HTC espera queda de até 23% na receita do 3o trimestre

A fabricante taiuanesa de smartphones HTC informou nesta sexta-feira que prevê crescimento de vendas somente na China neste trimestre, enquanto outras regiões devem apresentar queda, prevendo uma queda na receita de até 23 por cento em um novo sinal de quão difícil será seu caminho para recuperação.

CLARE JIM, Reuters

03 de agosto de 2012 | 10h05

A quinta maior fabricante de smartphones do mundo, que já foi um dos destaques do segmento mas que passou a sofrer com a concorrência da Apple e da Samsung, estima a receita do terceiro trimestre entre 70 bilhões e 80 bilhões de dólares taiuaneses (2,3 bilhões de dólares e 2,7 bilhões de dólares), ante 91 bilhões de dólares taiuaneses no segundo trimestre.

A expectativa média era de que a HTC gerasse 92,51 bilhões de dólares taiuaneses em receita no terceiro trimestre, segundo pesquisa da Thomson Reuters.

"A China continuará a ver crescimento no terceiro trimestre, enquanto outros mercados terão graus diferentes de declínio", disse o vice-presidente financeiro, Chialin Chang, em uma conferência com investidores.

Mais conteúdo sobre:
TECHHTCRECEITA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.