Hubble revela região de nascimento de estrelas

A mais recente imagem produzida pelo telescópio espacial Hubble, apresentada na Assembléia-Geral da União Astronômica Internacional (IAU) mostra uma região de estrelas em formação na Grande Nuvem de Magalhães. A imagem revela um grande número de estrelas de pouca massa coexistindo com estrelas jovens, mas muito maiores.A Grande Nuvem de Magalhães é a segunda galáxia-satélite conhecida mais próxima da Via-Láctea. A Nuvem circunda a nossa galáxia uma vez a cada 1,5 bilhão de anos. Observações feitas por satélites baseados na Terra só permitiam observar as gigantes azuis dos sistemas de formação de estrelas, não as estrelas de massa menor.A nova imagem oferece uma rica amostra de estrelas de massa baixa recém-formadas, permitindo um cálculo mais preciso de suas idades e massas. Uma vez que estrelas massivas - aquelas com pelo menos três vezes a massa do Sol - tenham se formado, elas geram intensos ventos estelares e radiação ultravioleta, que ioniza o gás ao redor e produz a nebulosa de hidrogênio brilhante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.