Humorista morre de enfarte aos 55 anos em SP

SÉRGIO LEITE

, O Estado de S.Paulo

13 Abril 2011 | 00h00

O humorista Sérgio de Souza Leite, o Serginho Leite, morreu na tarde de ontem. A causa da morte foi um enfarte do miocárdio. De acordo com o Hospital das Clínicas de São Paulo, Leite deu entrada no local por volta das 11h15. Ele foi atendido pela equipe de emergência do HC e do Instituto do Coração (Incor). O humorista morreu às 14h50, aos 55 anos de idade.

Um dos grandes nomes do rádio brasileiro, Leite trabalhou durante mais de 30 anos como locutor de rádio e se tornou bastante conhecido no programa Show de Rádio, da Jovem Pan.

Ele ficou conhecido por suas imitações de celebridades, como Pelé e Paulinho da Viola, e por paródias que criava tocando um violão.

Outros trabalhos do radialista e humorista foram em comerciais para rádio e TV. Ele dublou o personagem Bom de Boca, garoto-propaganda da Cepacol; o Tigre Tony, do cereal Kellogg"s; e o elefante Jotalhão, da Cica. Leite também trabalhou na TV Globo entre 1998 e 2000 no programa Domingão do Faustão.

Nos últimos anos, se dedicava a apresentações de seu show de imitações e dublagens. Deixa mulher e dois filhos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.