IB debate doenças de plantas e efeito estufa

Congresso Paulista de Fitopatologia, que começa no dia 12, em Campinas (SP), abordará mudanças climáticas

O Estado de S.Paulo

06 de fevereiro de 2008 | 02h28

O Instituto Biológico promoverá, de 12 a 14, o 31º Congresso Paulista de Fitopatologia. O evento será realizado na Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), em Campinas (SP), e este ano irá discutir o aquecimento global e suas implicações para o estudo de doenças de plantas.A abertura do congresso será feita por Carlos Nobre, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que falará sobre a situação mundial diante do efeito estufa, com ênfase para a situação do Brasil.Outro destaque é a palestra da pesquisadora da Embrapa Meio Ambiente Raquel Ghini, que vai apresentar cenários climáticos futuros em doenças de plantas.''''O aumento já verificado da concentração de CO2 atmosférico torna necessário o estudo dos impactos sobre doenças de plantas'''', diz Raquel. ''''Trabalhos de experimentação podem fornecer informações quanto às alterações na planta, no patógeno e na doença.''''Serão abordados ainda temas como o controle de Pythium em sistemas hidropônicos, leprose e Huanglongbing dos citros, expansão da cultura da cana-de-açúcar e doenças em pós-colheita de frutos.INFORMAÇÕES: Site: www.infobibos.com/cpf2008/

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.