Ibama concede licença para usina hidrelétrica de Jirau

O Ibama liberou na noite desta quarta-feira a Licença de Instalação da usina hidrelétrica de Jirau, projeto no rio Madeira, em Rondônia, que dependia da autorização do órgão para iniciar as obras.

REUTERS

03 Junho 2009 | 21h28

A concessão da usina foi adquirida em leilão em maio do ano passado pelo consórcio Energia Sustentável do Brasil, formado pela franco-belga GDF Suez (50,1%), as estatais Eletrosul (20%) e Chesf (20%) e a construtora Camargo Corrêa (9,9%).

O grupo obteve financiamento de 7,2 bilhões de reais com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), 68,5 por cento do total estimado para a obra que terá capacidade para gerar 3.300 megawatts mas por motivos ambientais deve gerar apenas 1.908 megawatts.

Segundo o consórcio, as obras serão iniciadas imediatamente para garantir o início da operação entre final de 2011 e começo de 2012, apesar do prazo oficial estipulado pelo governo ser janeiro de 2013.

Jirau faz parte do complexo do rio Madeira, que inclui a usina hidrelétrica de Santo Antônio, com capacidade para 3.150 megawatts e cuja concessão pertence ao consórcio liderado pela estatal Furnas e a construtora Odebrecht.

(Por Denise Luna)

Mais conteúdo sobre:
ENERGIAJIRAULICENCA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.