IBGE eleva estimativa de safra de milho do Brasil em 3,5%

A produção de milho do Brasil em 2012 foi estimada nesta quinta-feira em um recorde de 71,45 milhões de toneladas, alta de 3,5 por cento na comparação com a previsão do mês anterior, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

Reuters

09 de agosto de 2012 | 10h09

O Brasil está colhendo a segunda safra do cereal, que impulsionou a produção do país neste ano após a quebra pela seca da colheita de verão.

A produção de milho deve superar em 27 por cento o total produzido em 2011, segundo o IBGE, com uma área plantada 10,7 por cento maior.

"Estes números refletem os bons preços que o produto vem encontrando no mercado, o que faz com que os produtores optem pela cultura e aumentem o investimento em tecnologia", afirmou o IBGE em nota.

Já a safra de soja do Brasil foi estimada em 65,8 milhões de toneladas, praticamente estável na comparação com a estimativa anterior.

O volume indica uma queda de 12,2 por cento ante a produção recorde da temporada passada.

"Reavaliações no mês de julho confirmam o efeito da seca na produção deste grão. Apesar da soja ter apresentado crescimento na área, o regime de chuvas inadequado afetou o rendimento médio, que decresceu 15,3 por cento...", disse o IBGE.

A produção total de cereais, leguminosas e oleaginosas do Brasil foi estimada em 163,3 milhões de toneladas, crescimento de 1,6 por cento na comparação com o mês anterior e de 2 por cento ante a safra de 2011.

No período da tarde, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), do Ministério da Agricultura, deverá divulgar a atualizar a sua previsão mensal de safra.

(Por Roberto Samora)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSGRAOSIBGE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.