Icebergs deixam a Antártida em direção à Nova Zelândia

Autoridades marítimas monitoram os movimentos dos blocos de gelo e alertam navios sobre o perigo

Agência Estado,

25 de novembro de 2009 | 14h54

Navios estavam em alerta e autoridades marítimas monitoravam os movimentos de centenas de ameaçadores icebergs que seguiam rumo à Nova Zelândia, no sul do Oceano Pacífico, segundo funcionários. Os icebergs se partiram do gelo da Antártida e se movem devagar na direção do país.   Veja também: Estudo revela que o degelo começa a atingir Antártida Oriental    A área não tem grande movimento de embarcações, e poucos marinheiros trabalham por ali nesta época do ano - primavera no hemisfério sul -, mas os navios da área têm pouca proteção e podem ser muito danificados pelos blocos de gelo. Em geral, os icebergs ficam com 90% de sua massa submersa.   O glaciologista australiano Neal Young disse que, na terça-feira, o iceberg mais próximo da Nova Zelândia estava 260 quilômetros a sudeste da ilha Stewart. Segundo ele, pelas imagens era possível determinar a altura do objeto, mas o tamanho desse iceberg era de entre 100 metros e 200 metros.   Young disse que esse grupo de icebergs partiu do Mar de Ross, uma área da Antártida, e não tem relação com as mudanças climáticas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
icebergAntártidaNova Zelândia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.