Ideb mostra estagnação

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) divulgado anteontem pelo Ministério da Educação (MEC) mostrou uma estagnação do ensino médio, com média 3,7 incluindo todas as redes e 3,4 só nas escolas públicas. Nos últimos anos houve ainda uma piora de desempenho em nove Estados e no Distrito Federal. O objetivo do governo é chegar a 5,2 em 2021. Por outro lado, o Ideb revelou avanços nos primeiros anos do ensino fundamental, etapa da 1.ª à 4.ª série - a nota foi de 4,6 para 5, numa escala de 0 a 10. Nos últimos anos do fundamental também houve pequeno aumento. Para especialistas, os dados indicam que o Brasil conseguiu avanços muito tímidos e grande parte dos estudantes ainda sai da escola sem aprender o que deveria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.