Ideli nega envolvimento na elaboração de dossiê contra Serra

A ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais) negou nesta segunda-feira ter participado da elaboração de um suposto dossiê em 2006 contra o então candidato do PSDB ao governo de São Paulo, José Serra, no caso que ficou conhecido como "escândalo dos aloprados".

REUTERS

27 Junho 2011 | 17h59

Depois de ter seu nome vinculado ao caso em reportagens publicadas recentemente, a ministra decidiu divulgar uma nota em que alega não ter participado de "reuniões que tivessem como tema a elaboração de material contra o candidato ao governo do Estado de São Paulo, José Serra, no ano de 2006".

"Nunca elaborei nem participei da confecção de dossiês políticos. Conforme declarou o ministro Aloizio Mercadante é falaciosa a tentativa de me envolver na participação da elaboração do suposto dossiê citado pela revista Veja", disse na nota a ministra, que tomou posse no dia 13 de junho.

Reportagem da revista Veja afirma que Ideli, na época líder do PT no Senado, teria participado das negociações para a compra de um dossiê falso contra Serra, que disputou e venceu a eleição ao governo paulista, derrotando o candidato petista Aloizio Mercadante, que seria o suposto mentor do esquema.

Segundo a revista, Ideli reuniu-se em setembro com Mercadante e teria ficado responsável pela divulgação do dossiê, que ligaria Serra a esquemas fraudulentos com empresas de saúde.

O dossiê não chegou a ser divulgado já, que a Polícia Federal prendeu duas pessoas ligadas ao PT com o equivalente a 1,7 milhão de reais que seriam usados para a compra do documento.

Na nota, a ministra disse que o encontro citado foi "para tratar de um depoimento que seria dado ao Conselho de Ética do Senado".

"Naquela ocasião, como bem declarou o ministro Aloizio Mercadante, apenas expressei que o Conselho de Ética não seria o fórum adequado para debater tal assunto."

Mercadante, atual ministro de Ciência e Tecnologia, participa de audiência pública da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado na terça-feira.

(Por Hugo Bachega)

Mais conteúdo sobre:
POLITICA IDELI NEGA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.