Ídolos do futebol europeu lançam livro de receitas

Jogadores deram receitas saudáveis para combater a obesidade infantil na região.

Chris Mason, BBC

30 de setembro de 2008 | 08h21

Alguns dos principais ídolos do futebol europeu publicaram um livro de receitas para incentivar as crianças a ter uma alimentação mais saudável e ajudar a combater o problema de obesidade no continente. Especialistas em saúde afirmam que cerca de 20% das crianças européias estão acima do peso e o nível de obesidade infantil é 10 vezes maior do que o registrado na década de 70. Intitulado Eat for Goals! ("Coma para gols!", em tradução livre), o livro foi criado pela Uefa, a confederação européia de futebol e pela Comissão Européia, o órgão executivo da União Européia, para tentar combater o problema da obesidade. Para incentivar as crianças a comerem alimentos saudáveis e saborosos, o livro traz receitas simples, como uma salada de frutas frescas elaborada pelo capitão do time escocês Rangers, Barry Ferguson. No entanto, o livro traz receitas mais elaboradas, como a do peixe aromático feito pelo capitão do clube inglês Liverpool, Steven Gerrard. Entre os outras craques que mostraram seus dotes de chef estão o francês Thierry Henry, o alemão Miroslav Klose e o holandês Ruud Van Nistelroy. "As estimativas indicam que cerca de 22 milhões de crianças na União Européia são obesas ou acima do peso - e esse número cresce em 1,3 milhão todos os anos", disse à BBC a comissária européia de saúde, Androulla Vassiliou. Aula de culináriaO livro de receitas foi lançado durante uma aula de culinária na Escola Britânica de Bruxelas e o lançamento contou com a presença de Vassiliou e do presidente da Federação Mundial de Cardiologia, Pekka Puska. "Nós não queremos que vocês sejam gordos quando vocês crescerem. Queremos que cresçam bem, magros e saudáveis", disse Vassiliou aos alunos. Uma das alunas, Sophie Corrigan, de 11 anos, seguiu a receita de salada de frutas do ídolo do Rangers. "Cortei maçãs, mangas, uvas e maracujá e vou colocar tudo dentro desse abacaxi. Deve ter um gosto bom. Tomara que sim", disse. Do outro lado da sala, Puska experimentou um macarrão feita pelas crianças - receita do ídolo do futebol alemão Lukas Podolski. "Isso é muito bom e cumpre o objetivo", disse Puska. "Comida boa e saudável não precisa ser sem gosto ou sem graça, mas pode e deve ser saborosa e saudável", disse. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.