Idosa é morta atropelada por supostos traficantes no RJ

Uma idosa foi atropelada e morta por supostos traficantes do Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio, que estavam em uma moto roubada. O acidente ocorreu na Avenida Nossa Senhora da Penha, um dos acessos à Vila Cruzeiro (zona norte). Segundo a polícia, os suspeitos eram perseguidos na manhã de hoje por uma viatura do 16º Batalhão de Polícia Militar de Olaria quando atropelaram a idosa, caíram e foram presos. Um deles foi identificado como Alex Sandro Mendes da Silva, o Lequinho. De acordo com os policiais militares, ele seria chefe do tráfico na Favela de Marindiba, na Penha. O rapaz na garupa seria o irmão dele e a identificação ainda não foi liberada pela polícia.Augusta Pereira da Silva, de 72 anos, chegou a ser atendida no Hospital Getúlio Vargas, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. "Eles estavam saindo de um baile funk na Favela da Chatuba, por volta das 10h. O suspeito quebrou o ombro, foi operado e está sob custódia no Hospital Souza Aguiar (Centro do Rio). Após a recuperação dele, vamos interrogá-lo para averiguar as suspeitas da PM" , disse a delegada-adjunta da 22ª Delegacia de Polícia, Viviane Carvalho. Segundo os PMs, dois homens em outra moto acompanhavam os suspeitos, mas conseguiram fugir.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.