IGP-M cai com recuo de preços no atacado e no varejo

O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) registrou deflação no início de junho, com queda de custos no varejo e no atacado.

REUTERS

21 Junho 2011 | 08h25

O indicador recuou 0,21 por cento na segunda prévia de junho, ante alta de 0,66 por cento em igual período de maio, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta terça-feira.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) recuou 0,54 por cento, contra alta de 0,40 por cento antes.

O IPA agrícola acelerou a queda para 2,47 por cento nesta leitura, ante baixa de 0,93 por cento antes. O IPA industrial desacelerou a alta de 0,90 para 0,16 por cento.

As principais quedas individuais de preços no atacado foram de álcool etílico anidro, aves, algodão em caroço, cana-de-açúcar e bovinos.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) caiu 0,15 por cento na segunda prévia de junho, ante variação positiva de 0,97 por cento na segunda de maio.

Os custos do grupo Alimentação recuaram 0,81 por cento, após subirem 1,09 por cento antes. Os de Transportes declinaram 1,33 por cento agora, frente à alta de 1,61 por cento na leitura anterior.

As maiores baixas individuais de preços no varejo foram de batata-inglesa, gasolina, álcool combustível, cenoura e laranja-pera.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) avançou 1,82 por cento, comparado à elevação anterior de 1,67 por cento.

O componente Mão de Obra subiu 3,22 por cento na segunda prévia de junho, contra 2,90 por cento na segunda de maio.

(Reportagem de Vanessa Stelzer)

Mais conteúdo sobre:
INFLACAO IGPM ATUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.