Igreja nega fim do celibato dos padres

Igreja nega fim do celibato dos padres

O presidente do Pontifício Conselho para a Promoção dos Cristãos, o cardeal alemão Walter Kasper, declarou ontem que

, O Estadao de S.Paulo

30 de março de 2010 | 00h00

"o celibato não tem relação com os abusos sexuais de menores cometidos por sacerdotes". O cardeal, da mesma nacionalidade que o papa Bento XVI, considera que abrir o debate sobre o celibato é "o abuso dos abusos e constitui uma instrumentalização dos casos de pedofilia" que vêm sendo denunciados em vários países, inclusive no Brasil. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.