Iguatemi tomará 'medidas cabíveis' sobre adiamento

O Shopping JK Iguatemi informou hoje, em nota, que "está adotando as medidas judiciais cabíveis para a resolução do caso" referente à decisão da Justiça, que impede a inauguração do empreendimento no próximo mês, na zona sul de São Paulo. O comunicado, porém, não detalha quais serão as iniciativas.

CIRCE BONATELLI E LUÍSA ALCALDE, Agência Estado

14 Março 2012 | 21h24

O shopping, no entendimento do Tribunal de Justiça, ainda não concluiu as obras necessárias para amenizar o impacto viário que vai causar à região, pois contará com mais de 7,7 mil vagas para estacionamento de automóveis, caminhões e motos. Se a empresa descumprir a ordem judicial, a multa diária é de R$ 500 mil.

Em nota, o shopping ressalta que "desde o início da obras vem seguindo todos os procedimentos legalmente exigidos pelas autoridades competentes para a implantação do empreendimento". Também afirma que, antes do início do funcionamento do complexo, todas as autorizações pertinentes estarão atendidas.

O pedido para impedir a abertura do empreendimento partiu da promotoria de Habitação e Urbanismo do Ministério Público que abriu uma ação civil pública contra as empresas WTorre São Paulo Empreendimentos Imobiliários, WTorre Iguatemi Empreendimentos Imobiliários, BTG Pactual Serviços Financeiros e Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários, e o município de São Paulo.

Para o MP, embora se configure polo gerador de tráfego, o empreendimento não concluiu as obras para mitigação do impacto viário, que é condição para o funcionamento, não possui auto de vistoria do Corpo de Bombeiros e nem alvará de funcionamento.

A ordem do Tribunal de Justiça contraria as previsão da Iguatemi Empresa de Shopping Centers. Na sexta-feira, o diretor-presidente da companhia, Carlos Jereissati, havia informado durante teleconferência com analistas que o empreendimento, orçado em R$ 322,3 milhões, estava em fase de ajustes finais na fachada e partes internas, confirmando a inauguração em abril. Na nota divulgada hoje, não foi informada qual a nova data de inauguração prevista.

Mais conteúdo sobre:
shopping abertura justiça medidas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.