Ilhas do Pacífico dão início à Hora do Planeta

Ilhas do Pacífico dão início à Hora do Planeta

AMBIENTE

, O Estadao de S.Paulo

28 de março de 2010 | 00h00

As remotas ilhas Chatham, no Pacífico, deram início ontem à campanha mundial Hora do Planeta, que busca chamar a atenção das populações e de governos para a luta contra as mudanças climáticas. Os 600 habitantes das pequenas ilhas apagaram seus geradores a diesel para participar da iniciativa, impulsionada pela organização não-governamental WWF.

Sydney foi a primeira grande cidade a se somar à iniciativa ecológica, ao apagar as luzes de pontos famosos como a Casa da Ópera, entre 20h30 e 21h30, o horário escolhido para o apagão mundial. Em seguida, também apagaram as luzes de pontos simbólicos países como Nova Zelândia, Japão e Coreia do Sul.

A China também aderiu ao movimento. A Cidade Proibida de Pequim, além do Estádio Olímpico e do Teatro Nacional, ficaram sem luz por uma hora. Outras 33 cidades chinesas participaram da ação.

No Brasil, 19 capitais confirmaram participação e monumentos como o Cristo Redentor, no Rio, e a Ponte Estaiada e o Viaduto do Chá, em São Paulo, aderiram à movimentação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.