Jim Watson/AFP Photo
Jim Watson/AFP Photo

Imagem de Donald Trump entre os chineses é melhor do que nos EUA

O presidente americano é adorado por muitos chineses por causa do seu sucesso financeiro e da sua família. A filha de Trump, Ivanka, é chamada de "deusa" por alguns

O Estado de S.Paulo

08 Novembro 2017 | 05h00

Prestes a completar um ano de governo, Donald Trump não poderia estar em lugar melhor: do outro lado do mundo, bem longe de casa, em visita à Ásia. Com a popularidade despencando, seu índice de aprovação, 37%, é o menor de um presidente americano no primeiro ano de mandato da história dos EUA.

+ Reduto eleitoral de 3 mil habitantes celebra um ano de Trump no poder 

Com a popularidade em baixa, Trump desembarcará em território amigável hoje, quando chegar a Pequim para visita de dois dias à China. A julgar pelas manifestações elogiosas a Trump nas redes sociais chinesas, como o Sina Weibo, um “Twitter” chinês, Trump poderia se candidatar a algum cargo no país – caso não precisasse ser membro do Partido Comunista da China para isso.

Seus admiradores chineses elogiam o sucesso de Trump nos negócios e seu estilo sem papas na língua e politicamente incorreto. “Os chineses estão impressionados com a extrema riqueza de Trump. Ele adora coisas esplêndidas e magníficas, e adora mostrar isso. Nem todos os bilionários são assim”, diz Yin Hao, que traduz notícias dos EUA para um milhão de seguidores no Weibo.

Tempo da paciência estratégica com Pyongyang acabou, diz Trump em Tóquio

Não há nenhuma pesquisa que demonstre a popularidade de Trump na China, mas um levantamento feito no ano passado, antes da eleição americana, mostrou que 54% dos chineses votaria em Trump. “Os usuários defendem Trump, ironizam seus oponentes e criticam notícias desfavoráveis a ele”, explica Yin.

Em viagem à Ásia, Donald Trump liga comércio a segurança do Japão

Os chineses já demonstraram gostar de outros líderes ocidentais, como Barack Obama e Margareth Thatcher. Mas era um afeto tépido. “Os fãs chineses de Trump são sérios e verdadeiramente engajados em sua defesa, e é melhor não ofendê-los nem ofender Trump”, escreveu Chen Jibing, um comentarista político de Xangai.

A popularidade de Trump na China tem a ver com o desprezo do presidente americano pela correção política e seu desdém pela visão de mundo liberal ocidental, que muitos chineses consideram elitista, diz Chen. “Os chineses não dividem o mundo em bom ou mau, forte ou fraco, mas em sucesso ou fracasso”, diz Chen.

Na China, os pais são julgados pelo sucesso de seus filhos. “Você pode dizer como são os pais por meio dos filhos. Os cinco filhos de Trump são excelentes, o que significa que ele é um pai muito bem-sucedido”, escreveu o periódico China Education Daily. Ivanka Trump é chamada de “deusa” por usuários das redes sociais chinesas. “TRISTE! Ivanka não está vindo para a China”, escreveu Jiang Xiaofeng, um jornalista de sucesso no país, apropriando-se de uma das exclamações favoritas de Trump em suas postagens no Twitter. / REUTERS

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.