Imagens da Nasa captam forte explosão solar

Erupção na superfície do sol provocou aurora no hemisfério norte da Terra

BBC Brasil, BBC

06 de setembro de 2012 | 06h21

Novas imagens divulgadas pelo Observatório de Dinâmica Solar da Nasa mostram uma violenta tempestade no sol, que criou uma aurora boreal na Terra.

As fotos, que foram feitas com diferentes comprimentos de onda de luz ultravioleta extrema, mostram filamentos de gás solar formando arcos se estendendo cerca de 800 mil quilômetros acima da superfície no dia 31 de agosto.

O fenômeno ocorre quando uma erupção provocada por forças magnéticas instáveis no sol lança plasma - gás aquecido composto de hidrogênio e hélio carregados de eletricidade - no espaço.

Efeito na Terra. De acordo com a agência, estas erupções são provocadas pelo "fechamento" dos fortes campos magnéticos presentes na atmosfera solar, chamada de corona.

"Quando estes campos estão fechados, geralmente acima de grupos de manchas solares, a atmosfera solar confinada pode, de repente e violentamente, liberar bolhas de gás e campos magnéticos chamados de ejeção de massa coronal", explicam os cientistas.

Uma grande quantidade de massa coronal pode acelerar milhões de quilômetros por hora em explosões no espaço e entrar em contato com a atmosfera de outros planetas.

A Nasa diz que o gás lançado pela explosão do dia 31 de agosto chegou ao campo magnético da Terra, provocando uma aurora no céu do norte do Canadá na noite de segunda-feira.

 

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

 

Tudo o que sabemos sobre:
alsonasasoltempestadeimagensespaço

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.