Imposto mais alto reduz número de fumantes nos EUA

O jornal USA Today faz sua própria análise das cifras de taxação e consumo de cigarros

REUTERS

10 de agosto de 2007 | 10h42

A elevação dos impostos estaduais sobre os cigarros está provocando uma forte redução no tabagismo nos Estados Unidos, num momento em que o Congresso debate o aumento também dos impostos federais, disse o jornal USA Today na sexta-feira.O diário faz sua própria análise das cifras de taxação e consumo de cigarros, concluindo que parece haver uma relação direta entre a redução do tabagismo e o aumento dos impostos sobre cigarros.Por exemplo, as vendas de cigarros caíram 18% na Carolina do Norte no ano passado, depois de o imposto estadual subir, em duas etapas, de 5 para 35 centavos por maço, segundo o jornal.Em Connecticut, o consumo per capita de cigarros caiu 37% desde 2002, período em que o imposto estadual subiu de 0,50 para 1,51 dólar por maço, sempre segundo a reportagem.Já na Carolina do Sul, que manteve o menor imposto sobre cigarros no país - 7 centavos por maço desde 1977 -, o consumo caiu apenas 5% desde 2000.Na semana passada, o Senado dos EUA aprovou uma elevação nos impostos sobre cigarros que deve resultar em uma arrecadação adicional de US$ 35 bilhões, dinheiro que será destinado a gastos públicos com saúde pediátrica.Um projeto paralelo, na Câmara, também prevê a elevação dos impostos para arcar com a saúde infantil, mas destina uma parte da arrecadação suplementar para permitir reduções nos custos dos planos de saúde para idosos.Câmara e Senado devem conciliar as duas versões antes de enviar o resultado final à sanção do presidente George W. Bush, depois do recesso parlamentar de agosto.Bush ameaça vetar qualquer das duas versões, já que os republicanos vêem na proposta uma forma de nacionalizar a saúde pública.Em nível nacional, o número de cigarros per capita consumidos nos EUA no ano passado caiu para 1.293 - no auge, em 1976, era 2.095 -, de acordo com dados do setor citados na reportagem intitulada "O Ônus Fiscal sobre o Tabaco".O jornal diz que sua pesquisa mostra que as preocupações com a saúde, a carga tributária e o aumento do preço dos cigarros no varejo contribuíram para a redução no tabagismo.O texto lembra que o Escritório Parlamentar do Orçamento estima que o consumo de cigarros cai de 2,5 a 5 por cento a cada aumento de 10 por cento no preço do maço.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.