Inadimplência das empresas cresce 9,4% em maio vs abril--Serasa

A inadimplência das pessoas jurídicas cresceu 9,4 por cento em maio sobre abril, a maior elevação entre esses dois meses desde 2006, informou nesta quarta-feira a Serasa Experian.

REUTERS

27 de junho de 2012 | 10h52

A inadimplência das empresas teve salto de 13,2 por cento em maio sobre um ano antes, e de 17,5 por cento no acumulado de janeiro a maio, ante os cinco primeiros meses de 2011.

Economistas da Serasa Experian creditam esses números à sazonalidade do mês e ao cenário econômico, como redução do crédito externo e à inadimplência dos consumidores.

Na terça-feira, o Banco Central informou que a inadimplência tinha voltado a bater recorde no país em maio, a 6 por cento.

De janeiro a maio, as dívidas não bancárias (como cartão de crédito) tiveram um valor médio de 775,74 reais, 4 por cento maior do que no mesmo período de 2011.

Já as dívidas com bancos tiveram um valor médio de 5.269,13 reais, alta anual de 4,3 por cento.

Os cheques sem fundo tiveram um valor médio de 2.191,88 reais no mesmo intervalo, 6,5 por cento a mais, enquanto os títulos protestados foram, em média, de 1.914,33 reais, salto de 11,1 por cento sobre os cinco primeiros meses do ano passado.

(Por Diogo Ferreira Gomes)

Tudo o que sabemos sobre:
CONSUMOEMPRESASSERASA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.