Incêndio atinge antigo quilombo em Alagoas

A vegetação seca em decorrência da estiagem que atinge vários municípios alagoanos e o vento forte podem ter favorecido a propagação do fogo que devastou parte da reserva de Mata Atlântica na Serra da Barriga, localizada no município de União dos Palmares, a 73 km de Maceió.

AE, Agência Estado

23 Maio 2012 | 09h35

Na tarde de segunda-feira, equipes do Corpo de Bombeiros de Maceió foram acionadas para tentar controlar o fogo, que teria começado em uma área de lavoura próxima à serra - tombada como Patrimônio Histórico da Humanidade por ter sido o berço do Quilombo dos Palmares, liderado pelo herói negro Zumbi.

O vento forte e o terreno acidentado dificultaram os trabalhos dos militares. Segundo Genizete de Lucena Sarmento, representante da Fundação Palmares em Alagoas, que administra o local, as chamas se propagaram rapidamente, atingindo a vegetação da Serra da Barriga.

A suspeita do Corpo de Bombeiros é de que o fogo tenha começado em uma lavoura de banana no pé da serra. O laudo oficial deverá ser divulgado somente em 30 dias. Este é o segundo incêndio no local registrado em menos de um mês. Tanto neste caso como no anterior, o parque não chegou a ser atingido.

A Serra da Barriga abriga o Parque Memorial Quilombo dos Palmares, inaugurado em novembro de 2007, pelo então ministro da Cultura, Gilberto Gil. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Mais conteúdo sobre:
incêndio quilombo Alagoas

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.