Incêndio atinge antigo quilombo em Alagoas

A vegetação seca em decorrência da estiagem que atinge vários municípios alagoanos e o vento forte podem ter favorecido a propagação do fogo que devastou parte da reserva de Mata Atlântica na Serra da Barriga, localizada no município de União dos Palmares, a 73 km de Maceió.

CARLOS NEALDO, ESPECIAL PARA O ESTADO / ALAGOAS, O Estado de S.Paulo

23 de maio de 2012 | 03h02

Na tarde de segunda-feira, equipes do Corpo de Bombeiros de Maceió foram acionadas para tentar controlar o fogo, que teria começado em uma área de lavoura próxima à serra - tombada como Patrimônio Histórico da Humanidade por ter sido o berço do Quilombo dos Palmares, liderado pelo herói negro Zumbi.

O vento forte e o terreno acidentado dificultaram os trabalhos dos militares. Segundo Genizete de Lucena Sarmento, representante da Fundação Palmares em Alagoas, que administra o local, as chamas se propagaram rapidamente, atingindo a vegetação da Serra da Barriga.

A suspeita do Corpo de Bombeiros é de que o fogo tenha começado em uma lavoura de banana no pé da serra. O laudo oficial deverá ser divulgado somente em 30 dias. Este é o segundo incêndio no local registrado em menos de um mês. Tanto neste caso como no anterior, o parque não chegou a ser atingido.

A Serra da Barriga abriga o Parque Memorial Quilombo dos Palmares, inaugurado em novembro de 2007, pelo então ministro da Cultura, Gilberto Gil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.