Incêndio atinge posto de gasolina desativado em SP

Um incêndio atingiu um posto de gasolina desativado na madrugada de hoje no Brás, região centro-leste de São Paulo. De acordo com coordenador-geral do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto da Região Central (MTSTRC), o local abrigava mais de 100 pessoas em 35 moradias de madeira e cinco de alvenaria. "Ninguém se feriu. Mas sorte que hoje só tinha umas cerca de 20 pessoas aqui, o resto está acampado lá na Rua São Bento, em frente à Secretaria Municipal de Habitação. Se não fosse isso, poderia ter sido pior", avaliou Hamilton Silvio de Souza, de 48 anos.

DANIELA DO CANTO, Agencia Estado

07 de maio de 2009 | 07h00

O incêndio começou por volta das 2h30. Nove equipes dos bombeiros foram enviadas ao local para combater o fogo. O barulho acordou moradores das imediações e, apesar dos diversos botijões de gás, todos os sem-teto conseguiram deixar o local ilesos. "Mas todo mundo perdeu tudo. O pessoal saiu de lá até descalço, só com a roupa do corpo", afirmou Souza. Segundo ele, as famílias estão no local desde 29 de outubro do ano passado.

Providências

O coordenador do MTSTRC contou que a maior parte do grupo está acampada em frente ao Edifício Martinelli, no Centro de São Paulo, desde ontem, para reivindicar providências à Secretaria de Habitação. "Queremos sair daqui. Tínhamos duas reuniões na quarta, mas o diretor da Cohab faltou nas duas. O pessoal ficou acampado lá para tentar ser atendido, depois voltaria para cá. Mas agora não tem mais jeito", lamentou Souza. Ainda conforme ele, amanhã vereadores e representantes da Prefeitura estariam no local para avaliar as condições em que viviam as famílias. "Essa reunião foi agendada na quarta da semana passada e seria amanhã", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
acidenteincêndioSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.