Incêndio destrói 20 casas e mata três irmãos no RS

Um incêndio de grandes proporções consumiu todas as casas de uma comunidade e matou três irmãos no bairro Serrano, em Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, na noite desta quinta-feira (30). Os bombeiros chegaram ao local às 23h45 e só conseguiram debelar as chamas às 2h30 desta sexta-feira, quando as 20 casas de madeira do terreno, com instalações precárias, já estavam totalmente destruídas. A região é conhecida como Vila do Sapo.

FELIPE TAU, Agência Estado

31 de agosto de 2012 | 10h03

Em uma das moradias foram encontrados os corpos de dois rapazes, de 17 e 12 anos, e de uma menina, de 3. De acordo com informações de moradores, a mãe deles estava trabalhando na hora. Ninguém mais se feriu, segundo o Corpo de Bombeiros.

Quinze homens e sete viaturas, incluindo três de empresas privadas, ajudaram a combater o fogo. Segundo o capitão Maurício Ferro Corrêa, do 5º Comando Regional, os trabalhos de rescaldo seguiram até as 4h30. "O material das casas, o tempo seco e o vento criaram dificuldades", disse.

Na manhã desta sexta-feira, uma nova vistoria foi feita no local. Instalações comprometidas pelas chamas que ofereçam riscos de novos focos, como antenas parabólicas, serão removidas. Muros e torres de caixa d''água danificados serão derrubados por precaução e trechos da rede elétrica comprometidos pelo fogo serão reparados.

De acordo com o capitão Corrêa, cerca de 30 pessoas da comunidade estavam abrigadas na manhã desta sexta em uma escola municipal próxima das residências. A Prefeitura de Caxias do Sul informou que está sendo realizada uma reunião com autoridades responsáveis para decidir os procedimentos a serem tomados. A assessoria de imprensa não soube dizer se as moradias consumidas pelo fogo eram regulares.

Mais conteúdo sobre:
incêndiocomunidade3 mortosRS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.