Incêndio em casa mata duas crianças no interior do PR

Chamas atingiram residência no fim da tarde em Ponta Grossa; polícia investiga causas do fogo

Evandro Fadel, O Estado de S.Paulo

18 de setembro de 2008 | 09h59

Duas crianças morreram, no fim da tarde de quarta-feira, 17, em Ponta Grossa, a cerca de 120 quilômetros de Curitiba, quando a casa em que estavam foi consumida por um incêndio. Elas dormiam e acabaram carbonizadas. Outras cinco crianças que estavam na casa conseguiram escapar. A Polícia Técnica investiga as causas do incêndio. Na casa de madeira, no Bairro Palmeirinha, moravam duas famílias aparentadas, num total de 12 pessoas. As mulheres revezavam-se na guarda da casa, enquanto os outros adultos trabalhavam durante o dia. Segundo as informações, Fabiane Rodrigues estava lavando roupas quando o fogo começou, por volta das 17 horas. Ela tentou tirar todas as crianças do interior, mas a casa foi destruída rapidamente.  Os primos Kauã, de 2 anos, filho de Fabiane, e Luciano, de 5 anos, filho de Luciane Moraes, morreram no quarto da casa. As duas mães são irmãs. Fabiane precisou de atendimento médico por ter desmaiado na hora em que percebeu a tragédia. Antes, ela conseguiu acionar os bombeiros, que chegaram rapidamente, mas não puderam salvar mais nada. De acordo com os bombeiros, há poucos dias eles já tinham debelado outro incêndio na mesma residência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.