Incêndio em depósito da Electrolux dura mais de 15 horas

Um incêndio de grande proporção atingiu um depósito da empresa Electrolux, no bairro Tatuquara, na periferia de Curitiba (PR), desde as 4h30 desta terça-feira, 17. Não houve vítimas, apesar 80 funcionários trabalharem no local no momento do incidente.

JULIO CESAR LIMA, ESPECIAL PARA AE, Agência Estado

17 de setembro de 2013 | 18h41

Mesmo com o fogo confinado, sem chance de se espalhar, o Corpo de Bombeiros acredita que somente na quarta-feira, 18, ele estará finalizado. As causas do incêndio ainda não foram informadas.

Logo após o início do incêndio a fumaça tomou conta de uma área de um quilômetro quadrado e atingiu também os bairros Moradias da Ordem e Rio Bonito. A Secretaria da Educação também cancelou as aulas de 14 escolas municipais e centros municipais de Educação Infantil, com cerca de 2 mil crianças, que corriam riscos de intoxicação. O cancelamento deve permanecer por mais dois dias.

Uma moradora próxima a Electrolux disse à imprensa que ela acordou às cinco horas com o forte calor que vinha da fábrica, além de ouvir estalos. Minutos depois ela e outros vizinhos temeram que as casas de madeira que ficam próximas fossem atingidas pelas chamas. Ela e a filha foram para uma unidade médica para serem atendidas, pois ambas chegaram a passar mal. A Secretaria Municipal da Saúde contabilizou o atendimento a 109 pessoas que mostravam problemas respiratórios provocados pela fumaça.

Muitas famílias também foram levadas para abrigos na região do Pinheirinho, bairro próximo à região, mas que está livre da fumaça.

Por meio de nota, a empresa informou que as causas do incêndio estão sendo investigadas pela empresa em parceria com peritos especializados. Além disso, a empresa disponibilizou auxílio para as unidades de saúde que estão atendendo as pessoas que sofreram algum tipo de dificuldade.

Mais conteúdo sobre:
incêndioElectroluxCuritiba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.