Incêndio mata 13 crianças estrangeiras em shopping no Catar

Ao menos 19 estrangeiros, incluindo 13 crianças, morreram no incêndio em um shopping de alto padrão no Catar nesta segunda-feira, informou o Ministério do Interior do país. Segundo fontes diplomáticas em Madri, quatro das crianças mortas eram espanholas.

REUTERS

28 Maio 2012 | 15h41

Não estava claro de imediato o que provocou o fogo no Villagio Mall, na extremidade oeste de Doha, e o Ministério do Interior do Catar afirmou que foi aberta uma investigação.

"Parece que não havia alarme nem dispositivos antifogo no shopping", disse à Reuters o parente de uma criança de 2 anos que morreu no incêndio, falando de um telefone do hospital Hamad, no Catar.

Via-se fumaça saindo do shopping, que foi esvaziado. Ambulâncias e veículos policiais bloqueavam a entrada do complexo.

Um funcionário do ministério disse aos jornalistas que nenhuma das vítimas era do Catar. Quatro dos adultos mortos eram professores e os outros dois eram funcionários da Defesa Civil, afirmou a autoridade. Outras 17 pessoas ficaram feridas, incluindo quatro crianças, acrescentou o funcionário.

Muitos expatriados vivem no Catar, país do Golfo Pérsico rico em gás e petróleo com um dos mais altos padrões de vida no mundo.

Inaugurado em 2006, o Villagio Mall é um complexo de shoppings com temática italiana e inclui hotel, parque temático e um canal com gôndolas.

(Reportagem de Regan Doherty e Emma Pinedo em Madri, texto de Sami Aboudi)

Mais conteúdo sobre:
CATAR INCENDIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.