Indenização em trecho do Rodoanel custará R$ 600 mi

As diretrizes do traçado do trecho leste do Rodoanel serão entregues ao Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema) na próxima semana para iniciar processo de licenciamento ambiental. O custo estimado da obra é de R$ 3 bilhões. Cerca de R$ 600 milhões serão empregados no pagamento de desapropriações e compensações ambientais, segundo o secretário estadual dos Transportes, Mauro Arce. ?O cadastramento dos imóveis vai começar nos próximos dias?, disse Arce, sem destacar a quantidade de desapropriações, principalmente no trecho que passará por vários bairros de Suzano e Poá, na Grande São Paulo. Estão previstos pelo menos dois túneis, um de 900 metros no Parque da Gruta Santa Luzia, onde fica a nascente do Rio Tamanduateí, em Mauá. A Gruta foi criada em 1975 e é uma área especial de interesse ambiental. O paisagismo foi criado por Burle Marx. Em Ribeirão Pires haverá outro túnel, com 100 metros, que evitará que as vias expressas cruzem com rua interna do parque industrial da CBC. O trecho leste terá cerca de 41 quilômetros e ligará o ramal sul às Rodovias Ayrton Senna e Dutra. Terá início na Avenida Papa João XXIII, em Mauá, cruzará as cidades de Ribeirão Pires, Suzano, Poá, Ferraz de Vasconcelos, Arujá e Itaquaquecetuba. O prazo da obra é de três anos, com início em 2009. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.