Índia aprova plano para porto no Irã

A Índia vai listar uma empresa para desenvolver o porto iraniano de Chabahar, afirmou um comunicado do governo neste sábado, diante do objetivo de tirar proveito das péssimas relações de Teerã com potências mundiais.

REUTERS

18 de outubro de 2014 | 15h16

O porto de Chabahar, no sudeste Irã, é central para os esforços da Índia para contornar o Paquistão e abrir uma rota para o Afeganistão sem litoral, com quem desenvolveu laços estreitos de segurança e interesses econômicos.

O Irã e seis potências mundiais estão envolvidos em negociações para chegar a um acordo aliviar as sanções contra Teerã antes de novembro. As potências querem que o Irã reduza seu programa de enriquecimento de urânio para garantir que não produzirá bombas nucleares. O Irã diz que o programa é para fins pacíficos.

A Índia planeja assinar um acordo com o Irã para o desenvolvimento do porto e Nova Délhi pretende arrendar dois terminais em Chabahar por 10 anos, disse o comunicado.

A empresa indiana planeja investir 85,2 milhões de dólares em um ano para montar um terminal de contêineres e outro de carga multi-uso, disse o comunicado, acrescentando que a Índia iria considerar a participação de empresas iranianas se preciso.

(Reportagem de Mayank Bhardwaj e Nidhi Verma)

Mais conteúdo sobre:
TRANSPORTESINDIAIRAPORTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.