Índices têm forte alta por dados e Eslováquia

As bolsas de valores da Europa fecharam no maior patamar das últimas nove semanas nesta quarta-feira, após dados econômicos fortes da zona do euro e notícias de que a Eslováquia deve aprovar um plano para expandir o fundo de resgate da região, ajudando os investidores a sair de ações defensivas e ir para as cíclicas.

REUTERS

12 de outubro de 2011 | 13h12

A divulgação de números surpreendentes sobre a produção industrial da zona do euro em agosto impulsionou ganhos no início do pregão, enquanto notícias da Eslováquia deram força ao mercado perto do fechamento, ajudando especialmente os bancos.

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 subiu 1,5 por cento, aos 975 pontos, o maior nível de fechamento desde 4 de agosto, após queda de 0,3 por cento na terça-feira.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 0,85 por cento, a 5.441 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 2,21 por cento, para 5.994 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 2,42 por cento, para 3.229 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 2,93 por cento, para 16.505 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 avançou 2,05 por cento, para 9.026 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 encerrou em alta de 2,28 por cento, para 6.123 pontos.

(Reportagem de Simon Jessop)

Mais conteúdo sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.