Indonésia registra 56ª morte provocada por gripe aviária

Uma criança de dois anos e meio morreu na Indonésia, infectada com o vírus H5N1 da gripe aviária, o queaumenta para 56 o número de vítimas mortas pela doença no país,informaram fontes do Ministério da Saúde local. O bebê, residente na periferia de Jacarta, havia sido com sintomas da doença (febre alta e problemas respiratórios). A vítima anterior, na Indonésia, do vírus H5N1 - a maisletal das cerca de 15 cepas da gripe aviária conhecidas - foi umamulher de 27 anos, de Java Central, que faleceu em 13 de outubro.Desde o surgimento da doença na Indonésia, em 2005, o númerode casos e mortes não pára de aumentar. O ministro da Agricultura, Anton Apriyantono, anunciou, no fim domês passado, controles à criação de aves domésticas nasáreas residenciais, para impedir a propagação da doença, medida quese soma às vacinações impostas em exercícios anteriores. A Organização das Nações Unidas para a Agricultura e aAlimentação (FAO) calcula que aproximadamente 200 milhões de avessão criadas em pequenas granjas no vasto arquipélago indonésio,povoado por 240 milhões de habitantes. Até agora, a Organização Mundial da Saúde (OMS) temcontabilizados 256 casos de gripe aviária em humanos no mundo desdeque a doença reapareceu na Ásia, em dezembro de 2003. Desses, 152levaram à morte do paciente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.