Inflação em SP desacelera e sobe 0,39% em novembro

Desaceleração observada nas altas dos grupos Habitação e Alimentação puxou a taxa para baixo

Sérgio Camargo, da Agência Estado,

02 Dezembro 2008 | 06h54

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) apontou inflação de 0,39% no encerramento de novembro na cidade de São Paulo e recuou ante o fechamento de outubro (0,50%). O IPC também desacelerou na comparação com a terceira quadrissemana de novembro (0,54%). O resultado foi divulgado nesta terça-feira, 2, pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e ficou abaixo das projeções dos analistas consultados pela Agência Estado, que iam de 0,47% a 0,59%.   Veja também: Inflação não ficará no centro da meta em 2009, dizem analistas Refeição fora de casa é a vilã da inflação em 2008 Entenda os principais índices O grupo Habitação encerrou novembro com alta de 0,33%, abaixo da variação da terceira prévia (0,57%) e do resultado de outubro (0,76%). Com taxa de 0,60% em novembro, Alimentação caiu ante a terceira prévia (0,82%), mas acelerou frente a outubro (0,37%). Já o grupo Transportes, com variação de 0,26, ficou muito próximo da terceira leitura (0,25%) de novembro, mas recuou na comparação com o mês retrasado (0,36%). O segmento Despesas Pessoais fechou novembro com taxa de 0,45%, abaixo da terceira apuração (0,51%), mas acima de outubro (0,26%).   Saúde teve em novembro elevação de 0,31%, abaixo da terceira quadrissemana (0,39%) e do resultado de outubro (0,63%). Vestuário encerrou o mês passado com variação de 0,39%, abaixo da terceira prévia (0,60%) e do dado de outubro (0,54%). Educação teve variações muito próximas nos três períodos: 0,07% em novembro, 0,05% na terceira quadrissemana do mês e 0,04% em outubro.   Veja como ficaram os itens que compõem o IPC: Habitação: 0,33% Alimentação: 0,60% Transportes: 0,26% Despesas Pessoais: 0,45% Saúde: 0,31% Vestuário: 0,39% Educação: 0,07%

Mais conteúdo sobre:
INFLACAO IPC NOVEMBRO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.