Infraero: atrasos representam 3,8% do total de vôos

Os índices de atrasos e cancelamentos nos principais aeroportos do País continuam baixos no início da tarde de hoje. O último boletim da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) informou que, até o meio-dia, das 786 partidas programadas, 30 sofreram atrasos superiores a uma hora, o que representa 3,8% do total. Os cancelamentos atingiram 31 vôos, o que corresponde a 3,9%.O Aeroporto de Congonhas, na capital paulista, registrou atraso em apenas um vôo (1,2%) das 82 partidas programadas até o meio-dia. Já o índice de cancelamentos foi maior: 8,5% do total de vôos. No Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, a situação é diferente. De acordo com o boletim, dos 125 vôos previstos, 10 (8%) atrasaram e três (2,4%) foram cancelados.No Rio de Janeiro, o Aeroporto do Galeão apresentou atrasos em 1,3% dos vôos e os cancelamentos atingiram 2,5% das partidas programadas. No Aeroporto Santos Dumont, a situação é bem tranqüila. Dos 25 vôos previstos, nenhum sofreu atraso e seis foram cancelados.O boletim da estatal informou que o Aeroporto de Brasília teve um atraso e dois cancelamentos, dos 57 vôos programados até o meio-dia. Em Salvador, das 41 partidas previstas, cinco (12,2%) tiveram atrasos superiores a uma hora e nenhuma foi cancelada. No Aeroporto de Fortaleza, apenas dois (7,1%) dos 28 vôos programados tiveram atrasos. Os aeroportos de Porto Alegre e Curitiba também registraram baixos índices de cancelamentos: 4% e 6,5%, respectivamente.

AMANDA VALERI, Agencia Estado

29 de dezembro de 2007 | 12h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.