ING anuncia exposição de US$1,16 bi ao Chipre, ações caem

A ING tinha, no fim do ano, em torno de 900 milhões de euros (1,16 bilhão de dólares) em exposição a companhias registradas no Chipre, disse a seguradora holandesa nesta sexta-feira.

Reuters

22 de março de 2013 | 11h43

A exposição da companhia ao Chipre era similar à do fim de 2011, de acordo com dados do relatório anual.

As ações da ING chegaram a cair 2,7 por cento nesta sexta-feira, indo ao menor nível desde 4 de março, em um mercado preocupado com os riscos e consequencias de um colapso na economia da ilha mediterrânea.

Traders ficaram divididos se a queda das ações da ING tem a ver com os acontecimentos no Chipre.

"Ações da ING vão mal nesta sexta, com o mercado preocupado sobre a grande exposição ao Chipre que eles têm", disse o diretor mundial de negócios da London & Capital Capital Asset Management, Steve Collins.

Às 11h27 (de Brasília), as ações da ING caíam 1,79 por cento, para 5,97 euros.

(Por Gilbert Kreijger)

Tudo o que sabemos sobre:
FINANCASINGCHIPRE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.