Inpe anuncia sucesso no lançamento de telescópio com balão

O lançamento do balão com o experimento Sumit (sigla em inglês para "Super Mirror Imaging Telescope experiment"), realizado no domingo, 19, a partir da base do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) em Cachoeira Paulista (SP), foi considerado um sucesso pela equipe que coordena o projeto. O Sumit é um telescópio que capta imagens de raios-X.Após aproximadamente 12 horas e 30 minutos de vôo - tempo previsto para a duração da operação -, foi acionado o comando que desprendeu o telescópio do balão. Minutos antes, o experimento havia perdido contato com a base e, por isso, não foi possível rastreá-lo para recuperar o telescópio, que desceu de pára-quedas sobre o oceano, no Estado do Rio de Janeiro, a 30 milhas (55 km) da Restinga de Marambaia.O telescópio, com comprimento de 8 metros e aproximadamente 800 kg, foi alçado a 38 quilômetros de altitude por um balão estratosférico de 500.000 m3 de volume.Os principais objetivos científicos do experimento Sumit são a detecção de mecanismos de aceleração de partículas no universo, medidas diretas da emissão de buracos negros ocultos por espessas nuvens interestelares em núcleos de galáxias, e estudo da síntese de elementos químicos em restos de estrelas mortas, para compreender o ciclo de reprocessamento de elementos no Universo. Os dados e imagens coletados serão analisados pelos pesquisadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.