Inpe e Nasa estudam construir satélite juntos

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e a Nasa estudam a possibilidade de construir um satélite conjunto para analisar mudanças nos ecossistemas e nos ciclos geoquímicos do planeta.

O Estado de S.Paulo

25 Outubro 2011 | 03h02

O equipamento - batizado de Observatório Global de Ecossistemas Terrestres (Gteo, na sigla em inglês) - serviria, por exemplo, para analisar o ciclo do carbono - importante para a compreensão do aquecimento global - e o do nitrogênio - com impacto, por exemplo, na saúde ecológica dos cursos d'água.

Gilberto Câmara, diretor-geral do Inpe, falou sobre o projeto ontem durante a Fapesp Week, evento organizado pela Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) para comemorar os 50 anos da agência paulista (mais informações nesta página).

Segundo Câmara, o investimento necessário alcançaria US$ 250 milhões - cerca de R$ 440 milhões. A Nasa investiria US$ 150 milhões no projeto e o Inpe, US$ 100 milhões.

A iniciativa, que também envolve a Carnegie Institution for Science, está em estudo pela Nasa, que analisa a conveniência de aprovar o investimento. A resposta deve sair em abril.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.