Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Inquérito sobre crime em Jandira-SP é entregue à Justiça

O inquérito policial sobre a morte do prefeito de Jandira (SP), Walderi Braz Paschoalin, foi parcialmente concluído e relatado à Justiça ontem. A informação é do delegado Zacarias Katzer Tadros, titular do Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa da Delegacia Seccional de Carapicuíba.

PEDRO DA ROCHA, Agência Estado

10 de fevereiro de 2011 | 20h35

O inquérito permanece em aberto, pois, segundo a polícia, novas investigações devem ser abertas para se apurar o envolvimento de outras pessoas no crime. Até agora cinco pessoas permanecem presas sob a acusação de homicídio triplamente qualificado e formação de quadrilha.

O assassinato ocorreu no dia 10 de dezembro do ano passado, quando Paschoalin, acompanhado de seu motorista, chegava para gravar um programa de rádio. Os dois foram surpreendidos por homens armados que começaram a atirar.

Duas pessoas foram detidas no dia do crime e feito exame residuográfico em ambos, que deu positivo. Além dos dois, estão detidos o ex-secretário de governo de Jandira, o ex-secretário da Habitação, e mais um suspeito. Duas pessoas estão foragidas.

Tudo o que sabemos sobre:
morteprefeitoinquérito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.