INSS reduz teto para juros de crédito consignado

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) publicou no Diário Oficial da União desta quarta-feira redução no valor máximo de juros cobrados do crédito consignado em benefício previdenciário em operações de empréstimo pessoal e cartão de crédito.

REUTERS

23 Maio 2012 | 08h17

Segundo a portaria publicada no DOU, que segue recomendação do plenário do Conselho Nacional de Previdência Social, o teto da taxa de juros mensal para operações de empréstimo pessoal consignado foi definido em 2,14 por cento.

Nas operações realizadas por meio de cartão de crédito, o limite foi definido em 3,06 por cento.

A publicação não informa os valores máximos permitidos antes da redução.

O corte nas taxas ocorre pouco depois de o governo anunciar medidas de estímulo à economia. Na segunda-feira, o governo anunciou pacote de desoneração fiscal de 2,1 bilhões de reais, com redução de alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para linhas de crédito voltadas à pessoa física.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Mais conteúdo sobre:
CREDITO CONSIGNADO LEGAL TETO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.