Internautas marcam ato em defesa de Marcelo Pesseghini

Usuários do Facebook marcaram uma manifestação para o final da tarde desta sexta-feira, 16, em defesa da inocência do adolescente Marcelo Pesseghini, suspeito de assassinar os pais, a avó, a tia-avó e de se matar na casa da família, na Brasilândia, zona norte de São Paulo. Até as 12h30 desta sexta, mais de 700 pessoas já haviam confirmado a participação no protesto, que está previsto para começar às 18h em frente ao Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), na Luz. Os organizadores orientam os participantes a irem vestidos de branco.

LUCIANO BOTTINI FILHO, Agência Estado

16 de agosto de 2013 | 12h28

Uma página criada por um apoiador da tese de que o estudante não cometeu os crimes descobertos no dia 5 já tem mais de 24 mil seguidores. O autor, que agendou o evento, informa ter criado o perfil "para todos aqueles que se admiram com a história absurda e manipuladora da mídia".

Circulam na página comentários de rejeição aos indícios que desconstroem a imagem de bom garoto do filho do casal morto. São postadas fotos dos três em um ambiente familiar aparentemente saudável.

Tudo o que sabemos sobre:
chacinaPMsprotesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.