Internet contra a censura é tema de encontro em Budapeste

Mais de 200 jornalistas e blogueiros se reúnem na capital húngara para discutir a livre informação na internet

Da Redação,

28 Junho 2008 | 17h42

A capital húngara recebeu mais de 200 ativistas, jornalistas, blogueiros e colaboradores de um projeto da Universidade de Harvard, com a agência de notícias Reuters e Fundação Knight para promover a comunicação e informação livre, principalmente naqueles lugares onde ocorre censura, informa o jornal El País neste sábado, 28.   Durante a manhã, foram discutidos vídeos no site YouTube sobre políticos corruptos, tortura de comissárias egípcias e a morte de várias manifestantes em Túnez, de acordo com o jornal espanhol.   Um dos relatos mais interessantes foi o da blogueira queniana Ory Okolloh. Segundo o El País, ela disse que tenta conseguir aumentar o acesso à internet em seu país para que o maior número possível de pessoas saiba o que acontece no Quênia. Para a blogueira, os blogs em seu país não são os mais sofisticados, mas mais necessários que em muitos lugares no mundo.   O perigo que ela corre é evidente. "Não gosto de ser conhecida, mas me traz segurança", diz a blogueira, que participou ativamente da cobertura das eleições no Quênia. "Se algo acontecesse comigo, logo saberiam. Esta é minha proteção", completa Ory.

Mais conteúdo sobre:
internet blogs censura

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.