Interpol é acionada após sequestro de criança em Cuiabá

A Polícia Civil de Mato Grosso acionou a Interpol (polícia internacional) após o sequestro da menina dominicana I.V.F. de oito anos que morava com a família adotiva em Cuiabá. Ela foi levada no dia 26, quando estava em casa, num bairro da região central, em companhia da irmã mais velha. Os principais suspeitos sãos os pais biológicos, o italiano Pablo Milano e a dominicana Élida Feliz.

FÁTIMA LESSA, Agência Estado

02 de maio de 2013 | 20h41

O delegado da Divisão Antissequestro Flávio Stringueta disse que os pais biológicos são traficantes internacionais e perderam a guarda da criança quando a abandonaram num quarto de hotel em Cuiabá. Na época, ela ficou sob a guarda de uma camareira do hotel que mais tarde conseguiu adotá-la.

Tudo o que sabemos sobre:
sequestrocriançaInterpol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.