Invasão de aranhas assusta a Áustria

Uma invasão de criaturas de oito patas está assustando os austríacos. Uma espécie de aranha, cuja picada, além de ser dolorosa, pode causar dores de cabeça e náusea, se tornou o assunto da cidade desde que diversas pessoas foram mordidas no verão do Hemisfério Norte. Registros de observações de aranhas dominaram a mídia local, desencadeando centenas de ligações a um serviço de informações vienense sobre o veneno, e levando o governo a lançar um apelo por calma. "As mordidas desta espécie de aranha são dolorosas mas não letais", disse a ministra da Saúde, Maria Rauch-Kallat. "Se você for mordido, por favor, não entre em pânico e, em caso de desconforto, procure um médico imediatamente".Como exemplo da histeria que tomou conta do país, 190 pessoas que temiam ter sido mordidas pela aranha foram ao principal hospital da cidade de Linz, no norte da Áustria. Apenas oito delas tinham sintomas que poderiam ser atribuídos ao aracnídeo, afirmaram os médicos à estação estatal ORF. A aranha, cujo nome científico é Cheiracanthium punctorium, é uma das mil espécies similares encontradas na Áustria e nos países vizinhos, incluindo a Alemanha, Itália e Suíça, disse Christian Komposch, de um instituto de ecologia animal na cidade de Graz.Há aparições todos os anos, disse Komposch, que culpou a mídia por divulgar informações equivocadas e desencadear a histeria. Komposch aconselha as pessoas que acreditam ter sido picadas para tratar o ferimento com água quente. "A coisa mais importante é: não entre em pânico", disse. Mas para aqueles com mais coragem no coração, a aranha poderia trazer algum dinheiro. Colecionadores estão pagando mais de US$ 255 por um único espécime, de acordo com o diário austríaco Kurier.

Agencia Estado,

03 de agosto de 2006 | 16h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.