Investigador diz que menina não morreu por beijo de namorado

Um adolescente alérgica a amendoim não morreu devido ao beijo de seu namorado, que havia acabado de comer manteiga de amendoim, mas por falta de oxigenação no cérebro, disse o investigador Michel Miron de Quebec nesta segunda-feira. Miron não divulgou a causa exata da morte pois ainda não submeteu seu relatório final ao departamento, mas disse que espera terminar com a fobia provocada pelo caso, que recebeu cobertura global da mídia.Christina Desforges, 15 anos, morreu em um hospital de Quebec em novembro passado. As autoridades haviam dito na época que os médicos não conseguiram tratar a reação alérgica da garota ao beijo de seu namorado."Os elementos da investigação provam que a manteiga de amendoim não foi a responsável" disse Miron. Miron disse que os indicadores clínicos eliminaram o amendoim como causa da morte e afirmou que aparentemente a garota sofria de falta de oxigênio no cérebro, que causou danos sérios.Os sintomas da alergia a amendoins podem incluir urticárias, queda de pressão sanguínea e inchaço na face e na garganta, o que pode dificultar a respiração.

Agencia Estado,

06 de março de 2006 | 17h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.