Investimentos da Cetip vão gerar alta de 2 dígitos nas despesas

A Cetip deve expandir despesas num ritmo de dois dígitos este ano em meio à aceleração de investimentos para desenvolver novos produtos como uma plataforma de registro para garantias hipotecárias.

Reuters

08 de março de 2013 | 13h20

As despesas com vendas, gerais e administrativas, que no ano passado cresceram um pouco mais que a inflação, serão elevadas devido aos investimentos, conforme a Cetip diversifica sua carteira de produtos, afirmou o vice-presidente financeiro da companhia, Francisco Carlos Gomes, nesta sexta-feira.

Alguns dos novos produtos incluem a plataforma de registro de empréstimos imobiliários, que está sendo desenvolvida em parceria com a norte-americana FNC. Gomes espera que a plataforma, que deve ajudar bancos a acelerar análise de crédito e criar contratos padronizados, deve estar pronta em maio.

"Teremos um aumento nas despesas via investimento que não vai se traduzir em uma queda significativa nas margens", disse o executivo. "O investimento maior também não vai se traduzir em geração de caixa mais lenta. As despesas não terão uma tendência de alta preocupante", acrescentou.

Apesar desses novos produtos ajudarem a Cetip a ter mais receita com o mercado imobiliário, a motivação da companhia também pode ser se preparar para a competição.

As ações da Cetip caíram 24 por cento no ano passado em meio a receios de investidores de que a BM&FBovespa planeja se expandir agressivamente em mercados de dívida, o que poderia erodir a posição dominante da Cetip nesse segmento.

Na quinta-feira, a Cetip divulgou lucro líquido de 77,4 milhões de reais no quarto trimestre, ante expectativa de analistas de resultado positivo de 78,5 milhões de reais.

(Por Guillermo Parra-Bernal)

Tudo o que sabemos sobre:
FINANCASCETIPINVESTIMENTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.