Investir na cria ainda é um bom negócio

Fazenda JK São Judas

O Estado de S.Paulo

16 Julho 2008 | 01h12

A etapa de Gurupi (TO) do Circuito Boi Verde de Julgamento de Carcaças, realizada em 3 e 4 de junho, no frigorífico Cooperfrigu, teve como campeã a Fazenda JK São Judas, de Figueirópolis (TO). A fazenda é do pecuarista Valdomiro Lopes da Silva Júnior.Segundo o gerente da fazenda, Júnior Cesar Caroline, que trabalha há sete anos na propriedade, do total de 55 animais do lote campeão, 76% tinham entre 17 e 20 arrobas e 85% apresentaram acabamento mediano. O gerente explicou que o sistema de produção inclui cria, recria e engorda. "Os animais são criados na Fazenda JK São Judas e terminados na Fazenda São Pedro, em Talismã (TO)", afirmou. Ele contou também que a fazenda realiza monta natural e que investiria somente na recria e engorda, porém o momento não é adequado. "Decidimos continuar criando, pois no mercado atual não compensa comprar bezerros. Vender um touro para comprar um bezerro e meio não vale a pena", destacou. A propriedade participou pela primeira vez do Circuito Boi Verde e foi uma surpresa ficar em primeiro lugar, segundo o gerente. "Não estava preparado para o campeonato, no entanto, o lote estava nas condições de um campeão. Na próxima, vou apartar com antecedência e quem sabe conseguir o primeiro lugar novamente."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.