IPC-S acelera alta para 0,78% na 3a quadrissemana de março--FGV

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) acelerou a alta para 0,78 por cento na terceira quadrissemana de março, depois de avançar 0,63 por cento no período anterior, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta segunda-feira.

Reuters

25 de março de 2013 | 08h24

Seis dos oito grupos que compõem o indicador aceleraram a alta de preços, sendo que o destaque ficou com o grupo Habitação, que registrou avanço de 0,65 por cento na terceira quadrissemana ante 0,04 por cento no período anterior.

Nesta classe de despesa destacou-se o comportamento do item tarifa de eletricidade residencial, cuja taxa passou de queda de 4,99 por cento para recuo de 0,20 por cento.

Também registraram acréscimo em suas taxas de variação os grupos Alimentação (1,39 para 1,42 por cento), Saúde e Cuidados Pessoais (0,53 para 0,59 por cento), Vestuário (0,51 para 0,68 por cento), Comunicação (0,40 para 0,48 por cento) e Educação, Leitura e Recreação (0,31 para 0,32 por cento).

Por sua vez, registraram decréscimo nas taxas de variação os grupos Transportes (0,78 para 0,60 por cento) e Despesas Diversas (0,26 para 0,19 por cento).

A inflação tem se mostrado uma preocupação tanto do governo quanto do mercado, com analistas vendo a possibilidade de aumento em breve da Selic, atualmente em 7,25 por cento.

Na sexta-feira, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) desacelerou a alta mensal a 0,49 por cento em março, ante 0,68 por cento em fevereiro, mas a inflação acumulada em 12 meses se aproximou ainda mais do teto da meta do governo, de 6,50 por cento.

(Por Camila Moreira)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROIPCS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.