IPTU de 2009 terá reajuste de 6% em São Paulo

O Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) terá reajuste de 6% em 2009. O decreto que autoriza o aumento foi publicado ontem no Diário Oficial do Município. Para corrigir os valores, a Prefeitura usou a inflação acumulada neste ano pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo. Em 2008, o reajuste foi de 4%. A correção incide sobre o valor do metro quadrado do imóvel - unidade que serve de base para o cálculo do valor venal da propriedade. Com o reajuste, há a possibilidade de um imóvel antes isento de IPTU subir de preço e passar agora a ser tributado. Na maioria dos casos, o enquadramento atual deve se manter, informa a Secretaria de Finanças. ?O aumento acabará inferior a 6%, sobretudo em razão do fator de depreciação dos imóveis, que aumenta a cada ano e faz com que o imposto devido diminua?, informa, em nota, a secretaria. O IPTU pode ser pago em até 10 prestações mensais, sem juros, respeitado o limite mínimo de R$ 20. Quem pagar à vista terá desconto de 6% - e, portanto, não vai sentir o aumento. Quem pediu Nota Fiscal Eletrônica a prestadores de serviços em 2008 também ganha desconto. Os créditos gerados podem ser utilizados para abatimento de até 50% do IPTU, desde que a pessoa tenha indicado até o dia 30 de novembro um imóvel para receber o benefício. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE, Agencia Estado

24 Dezembro 2008 | 08h25

Mais conteúdo sobre:
imposto IPTU reajuste

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.