Irã diz não acreditar que EUA lancem nova guerra

Chanceler iraniano afirma que atuais missões americanas inviabilizariam ação militar.

BBC Brasil, BBC

03 de outubro de 2007 | 19h40

O ministro do Exterior do Irã, Manouchehr Mottaki, afirmou nesta quarta-feira acreditar que as missões militares americanas no Iraque e no Afeganistão comprometem possíveis planos de iniciar uma guerra contra o Irã."A nossa análise é clara: os Estados Unidos não estão na posição de impor outra guerra na nossa região, contra os próprios contribuintes", disse Mottaki.O chanceler iraniano afirmou que seria uma "decisão maluca" se o governo americano resolvesse lançar mais uma guerra.O Irã nega que esteja utilizando o programa de energia nuclear do país para disfarçar o objetivo de construir armas atômicas.Embora os iranianos estejam convencidos de que os americanos não poderiam lançar um ataque contra o país, Mottaki disse na semana passada, durante a Assembléia-Geral da ONU em Nova York, que o Irã já se prepara para um eventual ataque.De acordo com o ministro, os iranianos obtiveram informações de planos específicos de possíveis ataques ao país.Os americanos afirmam estar dispostos a encontrar uma solução diplomática, mas não descartam uma ação militar contra o Irã.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
irãahmadinejadmanouchehr mottaki

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.