Irã liberta professora francesa sob fiança

O Irã libertou sob fiança neste domingo uma professora-assistente francesa que é julgada em Teerã por espionagem, informou o gabinete do presidente Nicolas Sarkozy por meio de um comunicado.

REUTERS

16 Agosto 2009 | 16h56

Segundo a nota, Clotilde Reiss, de 24 anos, está em boa saúde e vai permanecer na embaixada francesa na capital iraniana enquanto aguarda o veredicto de seu caso.

Reiss foi acusada de ajudar um complô contra o governo depois da disputada eleição presidencial de junho, e estava detida em uma prisão iraniana desde o início de julho.

(Reportagem de Crispian Balmer)

Mais conteúdo sobre:
IR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.