Irã suspende embargo à carne bovina de Mato Grosso

O Irã suspendeu o embargo à carne bovina produzida em Mato Grosso, dono do maior rebanho do Brasil, informou nesta segunda-feira o Ministério da Agricultura.

REUTERS

25 Agosto 2014 | 13h56

O ministro da Agricultura do Brasil, Neri Geller, encontrou-se com o colega iraniano, Mahmoud Hojjati, na tarde de domingo.

O Irã havia embargado a carne bovina de Mato Grosso em maio deste ano devido à constatação do caso atípico de vaca louca no Estado.

Geller disse, em nota, que as autoridades sanitárias brasileiras conseguiram demonstrar que "o animal identificado foi caso isolado e não representou risco algum para a sanidade animal e à saúde pública."

As exportações de carne bovina de outros Estados ao Irã não forram interrompidas.

No acumulado de 2014, foram exportados 52 mil toneladas do produto para o Irã, com faturamento de 238 milhões de dólares.

O Brasil também entregou ao Irã certificados sanitários internacionais numa tentativa de abrir aquele mercado para exportação de bovinos vivos, ovos férteis e material genético bovino, informou o Ministério da Agricultura.

(Por Gustavo Bonato)

Mais conteúdo sobre:
COMMODS CARNES IRA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.