Irmão e filha de milionário da Sena devem depor hoje

O julgamento dos dois ex-seguranças do milionário René Senna, assassinado em janeiro de 2007, entrou em seu segundo dia hoje, quando serão ouvidas as testemunhas de defesa dos dois réus, no Fórum de Rio Bonito, no Rio de Janeiro. Segundo o Tribunal de Justiça (TJ), irão depor cinco testemunhas para cada um dos réus. Entre as testemunhas de defesa de Anderson Silva de Souza estão Miguel Senna, irmão da vítima, e Renata Almeida Senna, filha de René. O ex-PM Anderson Silva de Sousa e o funcionário público Ednei Gonçalves Pereira são acusados de serem os autores dos disparos que mataram René.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

07 Julho 2009 | 10h31

Ontem foram ouvidas três testemunhas e, por volta das 19h30, o julgamento foi suspenso para retornar em seguida com o depoimento da quarta testemunha, Sergio Luiz Alves da Silva. René Senna foi morto a tiros ao ser surpreendido enquanto tomava cerveja em um bar, em Rio Bonito. Ele foi o ganhador de R$ 51,8 milhões da Mega-Sena em 2005.

Mais conteúdo sobre:
René Senna irmão filha depoimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.